UA-85145501-1

Adultização e erotização infantil

Em 31.07.2014   Arquivado em my texts

 

O fenômeno da adultização infantil é a erotização precoce de uma criança, geralmente entre os 10 a 13 anos. Esta postura adulta causa um encurtamento da infância.
Maquiagem, salto alto e a facilidade de se tornarem pequenas versões de mulheres adultas é o comportamento mais observado em meninas.
Atualmente vivenciamos uma época em que os pais estão cada vez mais ocupados com o trabalho, as angústias do dia a dia e, dessa forma, têm pouco tempo para se dedicar à educação dos filhos. Estes, por sua vez se tornam mais livres para fazer escolhas, mas também se tornam mais vulneráveis às influências negativas dos meios de comunicação.
 
Praticamente não há mais um espaço definitivo para as crianças na televisão. O que se vê agora são propagandas de brinquedos e cosméticos e poucos desenhos animados. Músicas que deveriam incentivar brincadeiras e diversão são escassas. Agora com a decisão do governo de, além de acabar com o horário infantil na tv destinado aos pequenos, tentar acabar com as revistas em quadrinhos como Turma da Mônica é algo que anda preocupando muita gente. 
É muito importante garantir o direito das crianças de vivenciarem todas as etapas de seu crescimento e, aos poucos ensiná-las valores mais humanos e menos materialistas. Ser feliz nada tem a ver com possuir bens materiais e status social. Também é imprescindível aos pais impor limites em relação aos desejos de consumo dos filhos.

(Sim, eu odiei essa propaganda da Couro Fino..ao que parece, já retirou-a do ar e a empresa recebeu muitas denuncias e processos por conta disso )

 
A infância é a melhor fase da vida, precisa ser vivida e aproveitada da melhor forma possível. Suas preocupações devem ser apenas diversão e aprendizado. Para serem felizes e, de fato, crianças, precisam ¨mexer o esqueleto¨, dar gargalhadas e se divertir. Responsabilidade desde cedo é essencial, mas ser criança também.Meninas gostam de imitar a mãe, mas é necessário impor limites. Os pais precisam estar conscientes e atentos ao comportamento de seus filhos. 
Precisam deixar de achar graça quando os observarem se portando como um adulto, ficar atentos aos programas de TV, e cuidar para que assistam programas que incentivem o faz-de-conta e brincadeiras saudáveis. Devem brincar junto, tornar-se criança novamente e soltar a imaginação. Vamos impedir que essa sociedade macule nossas crianças.