UA-85145501-1

Resenha#4: Fúria dos Magos | Jorge Castro

Em 16.11.2014   Arquivado em Fúria dos Magos, Jorge Castro, livros, resenha

Título: Fúria dos Magos (Trilogia Totem – Volume 1) SKOOB
Autor: Jorge Castro
Quantidade de páginas:298
Editora: Schoba

Gênero: Nacional/Fantasia

Sinopse: Há muito tempo, o mundo ouviu pela primeira vez a história de doze almas que nasceriam com um grande propósito. Seriam estas, em determinado momento de suas graciosas vidas, enviadas ao encontro de doze criaturas místicas que as ajudariam a enfrentar seus medos e desafios. O oitavo reino foi reerguido. Os guerreiros das trevas estão se reunindo. Os magos das sombras voltaram do além em corpos novos e tão fortes quanto os antigos, e o apocalipse agora inicia sua sanguinária jornada por entre as cinco dimensões. Castyer é um explorador, Alice tem uma forte conexão com arco e flecha, e Llyanae quer seu namorado de volta. O destino é muito maior que um Pégaso ou um namorado perdido. Agora, Castyer, Llyanae e Alice devem unir-se aos outros nove escolhidos e partir em busca da salvação para que o mundo que conhecem – e que estamos prestes a conhecer – não seja destruído. 
Fúria dos Magos é livro de estreia do autor Jorge Castro. É o primeiro volume da Trilogia Totem, cuja narrativa é envolvente, com bom humor e muita magia.

De acordo com a profecia – na qual centra toda a história -, quando os magos negros se reunissem para destruir quase toda população, os 12 escolhidos seriam reunidos para combatê-los. Os 12 não se conhecem e estão, inicialmente, em situações comuns quando de repente surgem criaturas místicas dizendo que precisam levá-los para cumprir seu destino. Sendo assim eles são mandados para missões, onde terão que enfrentar perigosos magos inimigos. As criaturas místicas são chamadas de Totens, que são animais protetores dos escolhidos e que tem suas próprias personalidades. (E que te faz ter vontade de possuir um)

  • “Sou um animal místico que segue o seu parceiro humano durante todas as vidas do mesmo, tentando proteger-lhe dos problemas espirituais que estão fora do seu alcance.” Página 41

Depois de vermos a lógica dos 12, vemos também a lógica da rainha, que é essa: Destruir e trazer caos para que, no final, exista uma raça pura que viverá em paz.  A dinâmica que Castro coloca na estória, faz com que você se identifique com os personagens (gostando de alguns e odiando outros), prendendo a atenção do leitor e ansiando por saber mais da história.
O livro é POV, o que dá ainda mais dinâmica, sem contar a leitura leve e com muita, mas muita ação. Particularmente, eu amei a edição, achei o livro bem bonito, com a diagramação bem feita e o papel das páginas é bem resistente. A capa é fantástica, sem contar na fonte que fora escolhida para o título. É com certeza um livro que vale a pena ter na estante.

Com isso finalizo mais uma resenha. 5 estrelas!!