UA-85145501-1

Palavras machucam….Diga Não ao Bullying!

Em 16.01.2015   Arquivado em my texts

Vira e mexe algum site propõe ações anti bullying, afim de tentar conscientizar ainda mais as pessoas sobre o imenso problema que isso causa, que não é só momentâneo. Milhares de crianças no mundo todo sofrem (e até mesmo morrem) por causa desse tipo de maldade. Algumas delas acabam entrando em depressão, tendo que mudar de escola, e outras se revoltam — como aconteceu no incidente do colégio de Columbine e na escola de Realengo, aqui no Brasil.

O bullying é terrível e tem que parar imediatamente. Bullying não é brincadeira, e sim uma forma de ataque muito errada e até mesmo criminosa. Muitas empresas apoiam a causa anti Bullying, como o Cartoon Network, dentre outras.

Mas o que seria Bullying?
O Bullying se caracteriza por agressões intencionais, verbais (como o cyberbullying) ou físicas, feitas repetitivamente, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. Além de um possível isolamento ou queda do rendimento escolar, crianças e adolescentes que sofrem com isso podem apresentar doenças psicológicas e sofrer de algum tipo de trauma que influencie traços da personalidade. Em alguns casos, o bullying chega a afetar o estado emocional do jovem de tal maneira que ele opta por soluções trágicas, como o suicídio.

Eu, por exemplo, sempre fui muito tímida. “Tinha medo de fazer novas amizades e acho que isso surgiu com as brincadeiras dos colegas de classe. Quando era menor, usava óculos, era muito magra e bem desajeitada. Logo surgiram os apelidos de mau gosto e zoações. Para me refugiar de tudo isso, comecei a me interessar muito por leitura e internet. Fazia histórias não ficcionais, muitos textos e um blog, o Dessa-World.

Na oitava série do fundamental. agora nono ano, uns amigos me pediram para bater uma foto e eu, inocente, fiz pose e tudo mais. Alguns já riam, mas eu não me preocupei com isso na hora. Eles tinham feito um fotolog (na época, era um blog voltado somente para fotos) da turma e postaram minha foto como “Musa do Verão”.
Mais tarde naquele dia, eu entrei e vi a foto. Isso me deixou muito triste, principalmente porque os outros alunos da turma acharam a ‘brincadeira’ engraçada e comentaram coisas horríveis a meu respeito. 

Resultado: Meus pais foram na justiça, fizeram com que o fotolog fosse deletado, mas isso não calou a boca desse alunos, que vieram a me encher ainda mais.
Essa perseguição acontecia por “n” motivos e foi se arrastando até o terceiro ano. Um dia eu acabei descobrindo que eles não tinham nada contra mim!! Eram só garotos cujas vidas em casa eram infelizes e, para ignorarem isso, eles se faziam de valentões no colégio.”

Eles nunca partiram pra agressão física, mas as palavras, risadas e zoações doíam mais do que qualquer outra coisa. Graças aos amigos eu nunca pensei em me cortar ou me matar, mas raramente tinha animo pra ir a escola, começava a ir mal nas matérias e tinha algumas conversas com a psicóloga do colégio. Agora, alguns anos mais tarde, já me sinto melhor, mas ainda tenho medo de fazer novas amizades.”
Palavras machucam e causam o mesmo medo que agressões físicas. O medo que você pode carregar por anos. Diga não ao Bullying!! Não faça e se vir alguém sofrendo, não se cale, ajude!! Você pode ser a salvação desta pessoa!! 
Peço desculpas por me alongar demais, mas é que esse assunto é realmente importante! Obrigada a todos. Beijos!