UA-85145501-1

Sakura Card Captors

Em 24.01.2015   Arquivado em Anime/Mangá, Sakura

Olá pessoal! Tudo bom?! 
Hoje eu vim falar de um anime que marcou a infância de muitos e cujo mangá foi publicado em nova edição (Tankobon) pela JBC no começo do ano passado.

Sakura Card Captor

Autor: CLAMP
Editora: JBC
Páginas: 184
Número de Edições: 12
Sakura Kinomoto é uma garota de 10 anos, estudante da fictícia cidade japonesa de Tomoeda, que por acidente abre um livro misterioso, chamado Livro Clow. Desse livro saem 52 cartas mágicas levadas por uma tempestade de vento causada pela magia da carta Vento, que foi libertada quando Sakura leu o seu nome. Kerberos, o guardião das cartas (uma criatura muito parecida com um animal de pelúcia bem pequeno), surge do livro e conta a Sakura que as cartas foram espalhadas por toda Tomoeda e é seu dever capturá-las de novo, tornando-a uma Card Captor.

As cartas provocam fenômenos estranhos ao redor de Sakura, que emprega os poderes das cartas já capturadas em seu báculo mágico para dominá-las e juntá-las à sua coleção. Para isso ela conta com a ajuda de Kero, e claro, de sua grande amiga,Tomoyo.

 
É um dos meus mangás favoritos da CLAMP!! *-* Na época em que lançaram o mangá em 24 edições, eu comprei todos, mas infelizmente perdi o primeiro e assim a coleção ficou incompleta pois, mesmo indo em eventos de anime, visitando o estande da Comix, era raro demais eles terem, então desisti ç_ç
Também vi o anime praticamente todas as vezes em que foi reprisado na Cartoon Network!!

Voltando a falar do mangá, essa edição em específico está maravilhosa. Além das 184 páginas da história, ele ainda trás cerca de 16 páginas coloridas, e as ilustrações são perfeitas. E eu sou suspeita pra falar pois admiro demais o trabalho da CLAMP!!

Conforme a missão de Sakura se desenrola, ela encontra com Syaoran Li, descendente do Mago Clow que acha que Sakura não é “digna” de capturar as cartas e, por conta disso, começa a disputar com ela; Descobrimos mais sobre o passado da própria Sakura e sua relação com Li muda lentamente, ao ponto dele até ajudá-la a capturar algumas cartas (mas a carta sempre vai para quem a capturou “primeiro”). E percebemos também que Touya e Yukito são mais “amigos” do que se pensa e Sakura, tão doce e gostando do Yukito, percebe isso no final (E eu acho lindo esse momento *-*).


Acho bacana eles trazerem esses temas como homossexualidade (Touya e Yukito e Tomoyo para com Sakura) para um mangá, ainda mais tratando de forma tão sutil, tão natural e sem ser forçado… E penso que essa que é a melhor forma de trabalhar temas assim, ainda mais se isso vai chegar até crianças. As meninas da CLAMP estão de parabéns por isso!!

E sempre existem diferenças. No mangá, alguns personagens do anime não aparecem, como Meiling, a prima de Syaoran. E, enquanto no mangá o Professor Terada e Rika namoram (chegam até a noivar), no anime, só a menina nutre uma paixão pelo professor.

Na segunda parte da história, Sakura já possui todas as Cartas Clow, que começam a enfraquecer pois a magia que utilizavam estava desaparecendo. Portanto Sakura, junto de Kero, decide transfomar todas em Cartas Sakura. Porém, a cada vez que faz isso, a Card Captor desmaia, pois usa muita magia. Em meio as cenas de ação, o romance entre Syaoran e Sakura cresce e ela fica sem saber o que fazer, pois ainda gosta muito de Yukito.

Me contem aqui nos comentários as suas reflexões acerca de Sakura Card Captors!! Mas aviso logo que comentários com cunho ofensivo serão deletados!!
Até a próxima!!