UA-85145501-1
Categoria "my texts"

Seja bem vindo Agosto!!

Em 04.08.2015   Arquivado em blog & pessoal, my texts
Boa tarde meus queridos, tudo bem? Sei que estou a praticamente três semanas sem dar as caras por aqui, mas agora explicarei tudo.
Julho foi um mês complicado pra mim.
  • Primeiro: Caiu a ficha de que a greve da faculdade pode demorar, e eu perdi totalmente o pique (já estava cansada daquele curso, com tudo isso acontecendo então).
  • Segundo: O ENEM está chegando, como eu comentei no post abaixo, e estou cada vez mais nervosa. Por isso ausentei-me, para focar nos estudos e mudar pro curso que eu tanto quero.
  • Terceiro: Mês das férias. Passei uns dias na casa de umas amigas pra relaxar também.
Mas agora estou de volta a ativa!!
Vi um post curioso no RotaRoots: Um Projeto que consiste em postar todos os dias em Agosto #oremos. Eu vou tentar ao máximo, então por favor me ajudem com sugestões!! Pode ser de qualquer coisa!! Comentem aqui ou no facebook! Os post sairão a noite.
Obrigada por continuarem comigo e até a próxima!! Beijinhos

Ainda existe romantismo nos dias de hoje?

Em 26.05.2015   Arquivado em my texts
Estava por esses dias na aula e a professora comentou sobre como a definição de “romantismo” mudou tanto de uns tempos pra cá. Alguns alunos começaram a debater com ela sobre o assunto, então decidi trazê-lo para o blog.
 



Um fato: O romantismo que vivemos hoje, é bem diferente do que era conhecido nos séculos XVIII e XIX, segundo os poetas românticos Brasileiros, como Gonçalves Dias, Álvares de Azevedo e Castro Alves.

Ao longo dos anos o conceito de romantismo foi se perdendo. No passado se morria por amor, atualmente se mata por amor. Mas e nos dias de hoje, o que é ser romântico? Abrir a porta do carro, fazer um elogio, leva a pessoa amada para jantar, escrever poesias de amor? Ou mudar a foto do facebook para alguma do casal e publicar um texto enorme sobre o amor no Instagram? Existem tantas definições, podem procurar pela internet….
 
Os conceitos mudaram, e o que antes parecia ser tão doloroso, no caso do amor não correspondido hoje se torna uma disputa para ver quem “pega mais”. Mas se esquecem que há muito mais envolvido do que simplesmente um “status” de “garanhão” na sociedade. Os valores do Amor – isso, com “A” maiúsculo –  estão sendo esquecidos, e como podemos esperar românticos nos dias de hoje, se desde cedo as crianças estão expostas ao que até então era proibido a idade deles, e acabam perdendo sua pureza. Os malditos Funks e pornografias?
Ai vocês me perguntam, “Como fazer isso?” A resposta está abaixo

 “Bendito aquele que semeia livros e faz o povo pensar”. Castro Alves


LEITURA! A divulgação dos clássicos como sendo algo bom. Na escola eles “obrigam” os alunos a lerem, e ser obrigado a fazer algo não e nada legal. Epra quem está começando a ler, é complicado e denso, sei disso, mas se esforce. Converse com seus amigos, pesquise na internet, procure grupos no facebook ou até mesmo em sua escola/faculdade.
Com essa definição “atual” de romantismo, o amor daquele tempo é esquecido e poderá morrer. Não deixamos que isso aconteça.

Histórias, RPGs: Inventando personagens

Em 10.03.2015   Arquivado em histórias, meus textos, my texts, postagens aleatórias

Qualquer nerd que se preze já ouviu falar sobre RPG. Não, não é acupuntura! É um jogo no qual os jogadores assumem os papéis de personagens e criam narrativas, que se dá de acordo com um sistema de regras predeterminado. As escolhas dos jogadores determinam a direção que o jogo irá tomar.

(Foto: Go, Heroes!)



Eu jogo desde os meus 14 anos, mas não o conhecido RPG “de mesa”. Comecei nos fóruns online, escolhendo personagens disponíveis e turnando com várias pessoas diferentes, seja no mundo do anime ou no dos Comics. Era muito bom!!
Dai, com a chegada do “messenger”, muitos migraram dos fóruns para esta plataforma mais prática, e eu fui uma delas. Lá que comecei a conhecer mais animes, pessoas novas e aumentando meu repertório de turnos, começando a desenvolver mais os textos, o que ajudava no colégio também. Então os amigos iam “amadurecendo”, e desistindo de jogar, fato que culminou com o “fim” do messenger e do orkut, as duas plataformas, além dos fóruns, que o pessoal mais utilizava. Eu também desisti, mas continuei criando fanfics para os personagens, ainda que não tenha publicado nenhuma por vergonha.

Seja online ou pessoalmente, o RPG (Roler Playing Game) cativa muitos amantes Nerds pelo mundo, ainda mais no Brasil. O resultado disto foram as publicações de inúmeros livros que ensinam como jogar determinadas aventuras, como Tormenta, Vampiro a Máscara, Mago a Ascensão, Dungeons & Dragons, dentre outros. 


E vocês, curtem jogar também? Digam nos comentários quais aventuras lhes agradam!!
Beijos pessoal!!

Um desejo: Ser escritora

Em 26.01.2015   Arquivado em escrita, fatos sobre mim, my texts, postagens aleatórias

 

Eu sempre quis ser escritora. Desde os meus 8 anos, formulo histórias sobre o que vivo, assisto, ou ouço por ai. Eu amo escrever!! E sei que muitos de vocês também!
É normal dizer seu sonho ao seus parentes e eles dizerem “ser escritora não dá futuro“. Se você não se esforçar pra conseguir o que quer, ai sim não te dará futuro.
Não é uma tarefa fácil, ainda mais que as editoras não ligam muito para autores novatos. Então, publique por si mesma (na Amazon, por exemplo), divulgue entre os amigos e nas redes sociais, faça um blog, converse com outros blogueiros para que eles leiam e divulguem também!

O importante é nunca desistir! Mostre seus textos, não tenha medo.  Vai receber muitas críticas pelo caminho, mas é assim que tem que ser. Tome algumas como construtivas e aprimore ainda mais seu trabalho.

É fazendo com o coração que você pode ir longe!! Confie em si mesma!! E nunca pare de escrever 😉
Página 2 de 41234